O comércio ilegal de chumbo pode ser estimulado pelo descarte indevido de baterias tracionárias. Aliás, essa prática também constitui crime ambiental. Falamos em outro post sobre a contaminação que esse descarte irregular pode causar. Hoje vamos falar sobre como o comércio ilegal de chumbo pode promover a contaminação por esse metal. Também vamos explicar como o descarte irregular é crime ambiental.

Já vimos em um outro post como deve ser realizado o descarte correto das baterias tracionárias. Ele deve ser feito da forma adequada justamente porque, ao ser feito de maneira irregular, pode gerar graves consequências.

Comércio ilegal

O chumbo é um metal e, como os demais tipos de metal, tem saída no mercado negro. Muitos ferros velhos compram esse metal e isso motiva pessoas sem condições a usar desse comércio para ganhar dinheiro. O problema é que as pessoas que “garimpam” o chumbo, tem contato direto com esse metal, o qual é altamente tóxico.

Contaminação pelos elementos contidos na bateria tracionária

Já sabemos como a contaminação por chumbo é perigosa. Mas esse não é o único elemento que compõe uma bateria tracionária. Nela também estão contidos elementos como cromo, alumínio, cádmio e arsênio. Todos eles têm efeitos nocivos à saúde.

Descarte

As empresas que trabalham com baterias tracionárias, precisam realizar o descarte adequado destas. O descarte inadequado configura crime ambiental e está disposto na Lei Nº9065 de 12/02/1998. Isso porque os elementos das baterias tracionárias, quando descartados inadequadamente, podem contaminar o solo e a água por muito anos. Isso prejudica a natureza, os animais e obviamente, os seres humanos.

Comércio ilegal e a contaminação

Ao descartar baterias inadequadamente, as empresas podem estar contribuindo não apenas para a contaminação das pessoas e do meio ambiente. Também estão promovendo o comércio ilegal de chumbo. Uma empresa de Sorocaba, em São Paulo, por exemplo, enterrava os restos de chumbo derretido das baterias no próprio terreno. Depois de fechar as portas, o terreno da empresa começou a ser garimpado por pessoas que sabiam que o chumbo estava enterrado ali. O objetivo era vender esse chumbo para ferros velhos. Com isso, as pessoas tinham contato direto com os elementos tóxicos da bateria tracionária.

Responsabilidade ambiental e social

Observando esse cenário, é possível perceber que dar a destinação correta a baterias descartadas é essencial. Isso não representa apenas preocupação com o meio ambiente, mas também com a saúde das pessoas. Quando as baterias são descartadas corretamente, não há contaminação do solo e da água e não há risco de se promover o comércio ilegal de chumbo.

Nós, da Power Trac temos responsabilidade ambiental e social e por isso damos a destinação adequada a nossas baterias. Pode confiar! Acesse o site e conheça nossos serviços.