Você sabia que baterias são passivos ambientais?

Ou seja, elas são feitas com elementos que são prejudiciais ao ecossistema. E é por isso que elas não podem ser descartadas em qualquer lugar e nem para qualquer empresa.

A empresa que for descartar as baterias deve, antes de tudo, procurar o fabricante delas. Isso porque é ele que tem o compromisso de recolher a bateria fornecida com esgotamento energético e oferecer toda a documentação ao cliente,  contendo informações explicando que esse produto passará pelo processo de desmontagem e destinação final adequada.

Já os fabricantes precisam acatar a todas as exigências do CONAMA. Manter todas as licenças atualizadas, inclusive o Cadastro Técnico Federal (CTF) e o certificado pelo IBAMA. Somente tendo essas documentações é que o fabricante é autorizado, pelo meio ambiente, a produzir e dar o descarte final ao seu produto.

Quando o fabricante tem tais documentos, basta que o cliente entre em contato. Para realizar o transporte, também é necessário que tenham licenças e certificações específicas. Além disso, o motorista deve ter o curso MOPP (que é a movimentação e operação de produtos perigosos).

Essas informações comprovam o quanto o descarte de baterias é coisa séria. Nós, da Power Trac, elaboramos e aplicamos um plano de gerenciamento de resíduos sólidos e de efluentes. Por isso, as baterias que são enviadas para nossa empresa são cuidadosamente desmontadas e separadas por cada tipo de material. O polipropileno, do ferro, do chumbo, do ácido e do separador microporoso. Esses componentes, após separados, são enviados às empresas que darão fim adequado a eles, que no caso é o derretimento.

Dessa forma, temos a total responsabilidade fiscal e ambiental sobre esses produtos. Contando com a assessoria de nosso químico industrial responsável, nossa empresa possui todos os procedimentos adequados para a fabricação e/ou prestação de serviços em baterias.  

Caso tenha restado alguma dúvida sobre o tema, deixe seu comentário que a Power Trac responde!