BATERIA TRACIONÁRIA POWER TRAC

Nome Apropriado para Embarque: Acumulador Elétrico
Número da ONU: 2794 ( Classe 8 – Aplicável para baterias elétricas úmidas contendo solução ácida )
Número de Risco: 80 ( Produto Corrosivo )
Classe ou Subclasse de Risco: 8
Descrição da Classe ou Subclasse de Risco: Corrosividade

INFORMAÇÕES

1. COMPOSIÇÃO E INGREDIENTES

Natureza química: Acumulador elétrico de grande porte a base de chumbo e ácido.

2. IDENTIFICAÇÃO DE PERIGO

Produto corrosivo.

3. PRIMEIROS SOCOROS

  • Inalação: Remoção da vitima para local arejado.
  • Ingestão: Repouso total e procurar atendimento médico. Não induzir vômito.
  • Contato com a pele: Lavar com água corrente em abundância durante 15 minutos.
  • Contato com olhos: Lavar com água em abubdância por longo tempo e procurar atendimento médico especializado.

4. CONTROLE DE INCÊNDIO

  • Meios de extinção: Pó químico CO2 ou água.
  • Perigos específicos: Liberação de gases tóxicos durante a combustão.
  • Método recomendado: Evacue a área combatendo as chamas a uma distância segura. A água utilizada para cessar as chamas deve ser eliminada conforme legislação vigente.

5. CONTROLE PARA VAZAMENTOS

  • Segurança pessoal: Evitar ao máximo contato com a área onde foi derramada. Utilizar os EPI’s necessários para qualquer contato com o produto.
  • Precaução ao meio ambiente: Estancar o vazamento imediatamente com estopas ou outro matéria sólido. Não despejar à solução direto na rede de esgotos. Absorver o material derramado com areia ou qualquer material absorvente que possa ser descartado em seguida adequadamente

6. MANUSEIO

  • Prevenção da exposição do colaborador: Manusear de acordo com as normas de segurança estabelecidas pelo fabricante. Utilizar sempre quipamentos de proteção individual ( avental PVC, luvas nitrilicas, óculos de proteção e botas de borracha )
  • Prevenção de explosão e incêndio: Não manusear próximos a equipamentos que produzam chamas ou calor excessivo.
  • Orientação para manuseio seguro: Evitar contato direto com a pele, mucosas e principalmente olhos. Manusear o quipamento em locar arejado. Jamais comer, beber e fumar próximo a esses equipamentos.

7. ARMAZENAMENTO

  • Controle apropriado: Armazenar a fazer uso desse equipamento em local arejado, seco e longe de calor, fontes de ignição e alimentos. Jamais armazenar o produto próximo a materiais explosivos ou inflamáveis.

8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

  • Proteção respiratória: Mascaras com filtros de carvõ ativado.
  • Proteção da mãos: Luvas nitrílicas
  • Proteção dos olhos: Óculos de proteção contra produtos quimicos
  • Proteção corpo e pele: Avental de PVC e botas de borracha
  • Precauções especiais: Vide condições gerais de trabalho
  • Precaução higiênica: Em emergência utilizar os chuveuris emergenciais e lava-olhos.

9. PROPRIEDADES FÍSICO-QUIMICAS

Propriedades fisico-quimicas Componentes
Solução Caixa / Tampa Placas
Composição Ácido sulfúrico e água Polipropileno / Polietileno Chumbo, óxido e trtróxido de chumbo
Densidade 1.240 a 1.290 g/l 1,03 a 1,08 g/cm3 15,2 g/l
Estado fisico Liquido Sólido Sólido
Concentração 31 a 39% * *
Solubilidade em H2O Soluvel Insoluvel Insoluvel
  • Instabilidade: Em condições recomendadas de armazenamento produto estável.
  • Reações perigosas: Solução corrosiva e oxidante.

10. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS

  • Inalação: Irritação para o sistema respiratório.
  • Contato com a pele: Irritação e coceira moderada.
  • Contato com os olhos: Irritação moderada.
  • Ecotoxidade: Ingredientes com alta toxidade a organismos aquáticos.
  • Efeitos sob o solo: Ingredientes podem se infiltrar no solo chegando ao lençol freático.

11. INFORMAÇÕES DE TRANSPORTE

  • Regulamentação internacional / nacional: Produto classificado como perigoso para transporte aéreo. Em outros cenários deve-se aplicar a legislação federal vigente para o adequado transporte ( marítimo/terrestre ).

12. OUTRAS INFORMAÇÕES

Outras informações de manuseio e segurança estão escritas no rótulo do produto.

Referências Bibliográficas: Relação de produtos perigosos no âmbito do mercosul. Decreto número 1797 do ano de 1996.
Ficha Elaborada conforme NBR 14725